Você sabe ou você sente ?


Você já reparou o quanto as pessoas falam dos outros?
Falam de tudo.
Da moral, do comportamento, dos sentimentos, das reações, 
dos medos, das imperfeições, dos erros, das criancices, 
ranzinzices, chatices, mesmices, grandezas, feitos, espantos.

Sobretudo falam do comportamento.

E falam porque supõem saber.

Mas não sabem.

Porque jamais foram capazes de sentir como o outro sente.

Se sentissem não falariam.

Só pode falar da dor de perder um filho, um pai que já perdeu, 
ou a mãe já ferida por tal amputação de vida. 
Dou esse exemplo extremo porque ele ilustra melhor. 
As pessoas falam da reação das outras e do comportamento
delas quase sempre sem jamais terem sentido o que elas sentiram.

Mas sentir o que o outro sente não significa sentir por ele.

Isso é masoquismo.

Significa perceber o que ele sente e ser suficientemente
forte para ajudá-lo exatamente pela capacidade de 
não se contaminar com o que o machucou.

Se nos deixarmos contaminar (fecundar?) pelo sentimento
que o outro está sentindo, como teremos forças para
ajudá-lo?

Só quem já foi capaz de sentir os muitos sentimentos
do mundo é capaz de saber algo sobre as outras pessoas 
e aceitá-las, com tolerância. 
Sentir os muitos sentimentos do mundo não é ser
uma caixa de sofrimentos. 

Isso é ser infeliz.

Sentir os muitos sentimentos do mundo é abrir-se a
qualquer forma de sentimento. 
É analisá-los interiormente, deixar todos os sentimentos 
de que somos dotados fluir sem barreiras,
sem medos, os maus, os bons, os pérfidos, os sórdidos, os 
baixos, os elevados, os mais puros, os melhores, os santos.

Só quem deixou fluir sem barreiras, medos e defesas 
todos os próprios sentimentos, pode sabê-los, de senti-los
no próximo.

Espere florescer a árvore do próprio sentimento.

Vivendo, aceitando as podas da realidade e se possível fecundando.

A verdade é que só sabemos o que já sentimos.

Podemos intuir, perceber, atinar; pode, até, conhecer. 
Mas saber jamais. 
Só se sabe aquilo que já se sentiu.

Arthur de Távola

:: Postado por Mamãe às 12h57
::
:: Enviar esta mensagem

2 ANOS E 7 MESES... TÁ VOLTANDO TD...

A dor da ausência tá apertando novamente de forma tão grande filha... nada preenche esse vazio... nada... por mais q eu tente "superar" tudo volta com a intensidade de antes... até qdo isso continuará?! Nesses momentos só queria estar contigo... queria estar contigo filha... mas ñ devo merecer tanto... onde vc está é lugar de poucos... anjos perfeitos... e sua mãe de perfeito só tem o amor por vc... é um amor muito dolorido... por tê-la tão longe...

 

PRECE DO FERIDO CORAÇÃO

 

Entra, divino Amigo, entra.

Sê complacente, porém, pois em meu íntimo

tudo está desarrumado e em dores.

Humana e precariamente,

meu coração é um ninho desfeito

pelos abalos da tormenta,

no qual pulsa a marca da saudade...

a pesada presença de uma ausência.

 

Entra, Senhor.

Preciso da tua luz nesta sombra

em que gemo e choro e espero

a criança que não voltará

aos meus braços.

Tu que livraste endemoninhados,

livra-me do demônio da solidão;

Tu, cujas mãos tocaram enfermos

tirando-lhes males de tantos anos,

toca este meu coração que parece bater

na doença do inconformismo.

 

E se me é necessária dor tamanha,

entra e fica comigo neste transe duro,

porque a tua presença, Amigo Amado,

é o suficiente amparo

para que haja em meu sofrer dignidade,

e esperança em meu desespero.

 

Vem, Amigo. Ensina-me a grandeza

dos calvários. Engrandece a minha pequenez.

 

Do livro: Na Maior das Perdas a Divina Consolação

Autor: Regis de Morais

 

 

 

:: Postado por Mamãe às 20h52
::
:: Enviar esta mensagem

 

 

FELIZ DIA DOS ANJOS...

Minha pequena... q saudade... infinita saudade... nada no mundo preenche o vazio que ficou aqui no fundo da alma... só eu e Deus p saber... nesse dia minha linda, fico tão perdida... não sei o q fazer... queria fazer tanto... mas nada, nada fará sentido sem vc aqui comigo...

Meu maior presente p vc nesse dia... é o mesmo de sempre... o único q posso lhe oferecer,porém o mais verdadeiro e maior do mundo... é o MEU AMOR por vc... sempre... sempre... mais e mais... além da vida... além de td q está entre nós... nada filha, nada absolutamente nada irá afastar esse sentimento, essa nossa união... nosso laço será infinitamente infinito...

Que os céus lhe ofereça tudo que eu queria lhe oferecer não só neste dia mas em todos... e um dia estaremos juntas e vivenciando td q um dia foi infelizmente adiado... te espero filha... por toda vida...

Sua eterna mamãe q te ama mais q td...

:: Postado por Mamãe às 03h03
::
:: Enviar esta mensagem

Mamãe Saudosa:
PRISCILA


&

Princesa Amada:
VICTORIA

*20/03/05+








Estão nos visitando neste momento:
amigo(s) online


Visitantes:





Links de amigos

:: Altar da minha Victoria - Acenda uma velinha
:: Grupo Mamães de Anjinhos
:: Eterna Roberta (blog da tia da Vic)
:: Neyla - Tributo ao Caio
:: Déia e Isabelle
:: Iumara - Só Faltava Você
:: Renata - Eternamente Mãe
:: Dani e Arthur
:: Angela e Ana Júlia
:: Nana, Guto e Marcellinha
:: Carla e Rafael
:: Cris e Tomás
:: Roberta e Viktor
:: Encontro com a Luz
:: Leve os beijos meus...
:: Meus filhos, minha vida
:: Desejando um anjo...
:: Jane
:: Carol
:: Silvia - Guilherme e Ingrid
:: Adri Terres
:: Rafaela Pri
:: Ale anjinha Eduarda
:: Ellen e Rafaela
:: Cris e Antonio
:: Camila
:: Sônia e anjo Bruno
:: Blog da Kátia
:: Dora e Gabriela
:: Deia e Isabelle
:: Fabrine e anjo Caroline
:: Liliane - Anjos em minha vida
:: Taciana e do anjo Davi
:: Bianca e Giulia
:: Seu bebê - Fotos tiradas pelo Dr. Gustavo Neppe
:: Déia - Mãe de Anjinhos
:: Gi, Matheus e Marcela
:: Dri Terres e Luana
:: Luana e Isabelle
:: Roberta e Coraçãozinho
:: Rosana e Eric
:: Rogério e anjo Felipe
:: Rosa e bebê
:: Rafa e Agnes
:: Michelle e Davi
:: Andrezza e Letícia
:: Apoio Mãe
:: Dora e Isabela
:: Mara Casanova
:: Rafa e Agnes 2

Votação

Dê uma nota para meu bloguinho

..:: INDIQUE ESSE BLOG ::..

01/03/2018 a 31/03/2018

01/11/2015 a 30/11/2015

01/03/2014 a 31/03/2014

01/05/2013 a 31/05/2013

01/03/2013 a 31/03/2013

01/12/2012 a 31/12/2012

01/04/2012 a 30/04/2012

01/03/2012 a 31/03/2012

01/10/2011 a 31/10/2011

01/09/2011 a 30/09/2011

01/06/2011 a 30/06/2011

01/03/2011 a 31/03/2011

01/01/2011 a 31/01/2011

01/06/2010 a 30/06/2010

01/03/2010 a 31/03/2010

01/12/2009 a 31/12/2009

01/11/2009 a 30/11/2009

01/03/2009 a 31/03/2009

01/10/2008 a 31/10/2008

01/09/2008 a 30/09/2008

01/08/2008 a 31/08/2008

01/07/2008 a 31/07/2008

01/06/2008 a 30/06/2008

01/05/2008 a 31/05/2008

01/04/2008 a 30/04/2008

01/03/2008 a 31/03/2008

01/02/2008 a 29/02/2008

01/01/2008 a 31/01/2008

01/12/2007 a 31/12/2007

01/11/2007 a 30/11/2007

01/10/2007 a 31/10/2007

01/09/2007 a 30/09/2007

01/08/2007 a 31/08/2007

01/07/2007 a 31/07/2007

01/06/2007 a 30/06/2007

01/05/2007 a 31/05/2007

01/04/2007 a 30/04/2007

01/03/2007 a 31/03/2007

01/02/2007 a 28/02/2007

01/01/2007 a 31/01/2007

01/12/2006 a 31/12/2006

01/11/2006 a 30/11/2006

01/10/2006 a 31/10/2006

01/09/2006 a 30/09/2006

01/08/2006 a 31/08/2006

01/07/2006 a 31/07/2006

01/06/2006 a 30/06/2006

01/05/2006 a 31/05/2006

01/04/2006 a 30/04/2006

01/03/2006 a 31/03/2006

01/02/2006 a 28/02/2006

01/01/2006 a 31/01/2006

01/12/2005 a 31/12/2005

01/11/2005 a 30/11/2005

01/10/2005 a 31/10/2005

01/09/2005 a 30/09/2005

01/08/2005 a 31/08/2005

01/07/2005 a 31/07/2005

01/06/2005 a 30/06/2005

Visitas

Créditos

Todos os direitos reservados ©